theme
“Antes de cuspir no prato que comeu. Lembre-se, fome não dá só uma vez.”
Enoitecer.   (via reatou-se)



Há 10 meses 0 notas · reblog

instagram:

A Pumpkin by the Sea

Want to see more? Visit the 南瓜 (黄色いかぼちゃ) and Benesse House location pages.

On the tiny island of Naoshima in the Seto Inland Sea of southern Japan, artist Yayoi Kusama’s “Pumpkin” (1994-2005) sits patiently at the water’s edge. Instagrammers flock to the sleepy island to see a world-class art collection that was made possible in large part due to the philanthropy of Benesse Corporation, a Japanese company that specializes in test prep and language schools. Kusama’s “Pumpkin” is perhaps the most photogenic artwork on the island, beckoning visitors to come closer and pose with the giant spotted squash that Kusama says represents her alter-ego.


Repensar

Os olhos já cansados.
As lágrima secas
No rosto, parece brilhar.

Com esperança.
Espero o vento levar 
O que resta de um sonhador.

De tanta falta que uma margarida
faz para um jardim de esperança.
Você faz falta, nesse mundo cheio de mudanças.

O acorde tocado
O coração atordoado
O nervosismo
A ansiedade 

Para um pingo de esperança
De que ainda você vai voltar. 
Do que adianta eu sentir falta?
Se eu vou ter que escapar.


Há 1 ano 0 notas · reblog


Há 1 ano 0 notas · reblog

Nas colinas
Subi, enfrentei os males
E mais uma vez, venci

Um bilhete, uma vida
Apenas um
Animou meu amanhã

Meu passado, presente
E futuro
Eu venci o amanhã

Realizada.

— Bibiana Devens Biavatti e João Junior 

Há 1 ano 0 notas · reblog

Machucado cura, cicatriza
Da onde vem você que me liberta desse sofrimento

Para onde devo olhar
Para te ver de perto

Segurança me acalma,
desse poço sem fim

Mas sei que o tempo
Tem costume de machucar

E longe dessa cura
Não posso ficar

— João Junior 

Há 1 ano 0 notas · reblog

As pétalas da rosa
Não serão pétalas se do brilho maior não vir de você

Jogando fora sua mágoa
Juntando o que te deixa viva

Cabe a você reconhecer e crescer com essa dor,
ou apenas fingir que amadureceu

— João Junior 

Há 1 ano 0 notas · reblog

Bateu
Nasceu, cresceu

A minha vontade de tudo
Força maior nesse mundo
Risco de sobriedade

O tempo vai e vem
Guardando o frio
Para cair junto com a brisa da noite

ÓH, Mari Juana
Cresça no meu quintal

Sobreviveu

— Bibiana Devens Biavatti e João Junior 

Há 1 ano 0 notas · reblog

O céu azulado
Nuvens formando coisas ao redor do Sol
O vento que bate nas ondas
Escolhendo para onde elas vão

Levando o que é mal
Deixando o que é bom
Alegrando meu dia
Com sua luz divina

O poderoso Sol

— Bibiana Devens Biavatti e João Junior  

Há 1 ano 0 notas · reblog

Impaciência é algo triste
O depois, antes
E agora é isso
A futilidade ainda existe

Alivio minhas cordas
Para em um papel branco
Deixar minhas marcas registradas

Como o rasgo nas calças
Como a nicotina nos dedos
As mágoas no coração

— Bibiana Devens Biavatti e João Junior

Há 1 ano 0 notas · reblog


Há 1 ano 0 notas · reblog